Enel anuncia isenção de 3 contas para compensar parte dos clientes afetados por 'apagão' de novembro

  • 30/11/2023
(Foto: Reprodução)
Têm direito ao benefício imóveis previamente cadastrados no programa Tarifa Social, do governo federal, e clientes que dependem de aparelhos elétricos para sobreviver. Funcionários da concessionária ENEL fazem manutenção em cabos para restabelecimento da energia elétrica na Zona Norte de SP GABRIEL SILVA/ATO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO A distribuidora Enel-SP anunciou, nesta quinta-feira (30), um plano de compensação para uma parcela dos clientes impactados pelo "apagão" ocorrido após a tempestade que acometeu parte do estado de São Paulo em 3 de novembro. Segundo a companhia, os clientes que atenderem às condições abaixo terão isenção em três contas de luz, a partir de dezembro. Eles são: Clientes de baixa renda cadastrados no programa Tarifa Social, do governo federal, que tenham ficado no mínimo 48 horas sem energia elétrica — apenas para os que já estavam inscritos no programa antes do dia 3; Clientes eletrodependentes, ou seja, que dependem de aparelhos elétricos para sobreviver, afetados pela falta de luz — apenas para os previamente cadastrados na Enel nesta categoria. Aqueles que tiverem débitos em aberto com a Enel poderão ter até três contas atrasadas zeradas, substituindo a isenção nas futuras cobranças. A concessionária informou também que a isenção se dará de forma automática para os clientes que atendam aos critérios mencionados no release. Ou seja: o consumidor não precisa ter entrado em contato com a empresa para registrar a falta de energia no período. Plano de indenização Apesar das medidas anunciadas, a Enel-SP ainda não apresentou o plano de indenização cobrado pela Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) na Assembleia Legislativa do estado de São Paulo (Alesp) que analisa a atuação da empresa desde que ela assumiu a distribuição de energia elétrica em parte do território paulista. Segundo integrantes da CPI, o prazo para isso venceu na última terça-feira (28). Na quarta (29), o presidente da empresa em São Paulo, Max Xavier Lins, disse à comissão que não houve tempo hábil para que a concessionária elaborasse uma forma de indenizar os consumidores prejudicados pelo apagão do início do mês. Lins afirmou ainda que a empresa não assinou o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público para indenizar os consumidores paulistas e informou que a companhia apresentará um plano de ressarcimento até 6 de dezembro.

FONTE: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2023/11/30/enel-anuncia-isencao-de-3-contas-para-compensar-parte-dos-clientes-afetados-por-apagao-de-novembro.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Venha Me Amar

Calcinha Preta

top2
2. Malvada

Zé Felipe

top3
3. Cabeça Branca

Tierry

top4
4. A Maior saudade

Henrique e Juliano

top5
5. Já deu Certo

Zé Vaqueiro

Anunciantes